Randomizando #05: voltando da ressaca

Então, segundo dia útil oficial do ano e as coisas já devem ter começado a fazer mais sentido (caso contrário a DETOX TAPE taí para isso). Apesar da minha promessa de voltar na quinta, fui supreendido, como contei, pela pior conexão da história das conexões de internet banda larga, o que, junto com a minha never-ending ressaca, me fez adiar a volta até agora.

Randomizando #05 é gigante como sempre, só que telegráfico do que nunca. Quase um amontoado de links e coisas embedadas para quem “marcou tudo como lido” no rss do carnaval para cá.

**********************************************************************

sotu_cd_600px

– Novo do Depeche Mode
Depois de “Fragile Tension” ter vazado semana atrás, o Depeche Mode finalmente revelou os detalhes do “Sounds Of The Universe”, disco que o trio lança dia 21 de abril em 4 versões diferentes (CD, vinil, CD + DVD e super-luxo-com-livrinho-de-capa-dura-e-várias-coisas-extras). A ilustação feita no paint capa é essa aí de cima e o (ótimo) vídeo para o primeiro (e interessante) single, “Wrong”, é esse aí de baixo.

Depeche Mode – “Wrong” (official music video)
http://mediaservices.myspace.com/services/media/embed.aspx/m=52704787,t=1,mt=video

– Dinosaur Jr. de casa nova e preparando disco novo
Saído da Fat Possum, que lançou o disco-retorno do trio em 2007 (“Beyond”, sensacional), o Dinosaur Jr. está agora do cast da Jagjaguwar (Bon Iver, Okkervil River, Black Mountain), pode onde devem lançar álbum novo esse ano. A Pitchfork entrevistou J Mascis, Lou Barlow e Murph sobre o trabalho e ainda registrou uma música nova, “I don’t wanna go there”, tão boa quanto sempre.

Dinosaur Jr. – I don’t wanna go there (ao vivo no estúdio)
http://video.pitchfork.tv/mediaplayer.swf

– Todo mundo de volta:  Blur, No Doubt, Faith No More (e quase o Pavement)

É difícil para qualquer pessoa entender por que, mesmo com a avalanche diária de bandas novas, as turnês de reunião de antigos grupos ainda fazem tanto sucesso. Quem, quem diria, curtirá seu momento saudosismo dessa vez será esquisito-mor Mike Patton, que retoma a sua última formação, de 97, para uma turnê pela Europa ainda esse ano. A Rolling Stone gringa tem mais sobre a volta e sobre outras voltas.

Mesmo que não seja uma “volta” em si, o No Doubt sai do hiato imposto pela carreira-solo da Gwen Stefani para embarcar numa longa turnê, que começa com uma aparição num episódio de “Gossip Girl”. Já estava na hora da Gwen ajudar os amigues a ficarem ricos também, né?

E o Pavament quase voltou num casamento, sabia? Coachella 2010, quem sabe?

blur

Já o Blur voltou MESMO, o que me deixa esperançoso tanto por um disco novo, quanto por um show no Brasil (alôu Tim Festival! alôu Planeta Terra). A reunião foi oficializada ao vivo no NME Awards desse ano, com uma versão Albarn-Coxon do clássico “This is a low”. Já estão confirmados para o Glastonburry desse ano. E, melhor, ensaiando todos os discos da banda na ordem.

[Vídeo] Blur – This is a low (ao vivo no NME Awards 2009)

– White Stripes também de volta
Depois de cancelarem uma turnê em 2007 devido a ansiedade de Meg, os White Stripes voltaram para tocar no último “Late Show with Conan O’Brien”. Escolheram fazer uma versão de “We’re gonna be friends”, do “White Blood Cells”. E fica a pergunta: se a Meg White não consegue dar conta de um instrumento só, por que o Jack White faz a moça tentar aprender outro, ein?

http://stereogum.com/v/YOGhxeF8w039n

– Nova do Phoenix – “1901”
Supra-sumo do pop elegante, grudento e divertido, os franceses do Phoenix subiram ainda mais no meu conceito ao liberarem para download gratuito seu novo petardo, “1901”, single de “Wolfgang Amadeus Phoenix”, que eles lançam em maio. Corre lá por que a música pop não costuma ficar tão melhor que esses três minutos não.

[MP3] Phoenix – 1901

– “Manners”, o disco do Passion Pit
Uma das 40 bandas para ficar de olho em 2009, o Passion Pit finalmente lança “Manners”, primeiro disco-cheio, no dia 18 de maio. Dá uma olhada nesse vídeo das gravações para entender o porquê da minha ansiedade.

http://blip.tv/play/AejQbIzPUw

“Manners”
01. “Make Light”
02. “Little Secrets”
03. “Moth’s Wings”
04. “The Reeling”
05. “Eyes As Candles”
06. “Swimming In The Flood”
07 “Folds In Your Hands”
08. “To Kingdom Come”
09. “Sleepyhead”
10. “Let Your Love Grow Tall”
11. “Seaweed Song”

O meu começo de inverno vai ser muito bom. Sabe por quê? Por que o Wilco avisou para Rolling Stone que o disco novo sai em junho. E se depender das músicas que eles vem tocando ao vivo, vai ser tão bom quanto tudo que eles já lançaram.

– C_MPL_TE só em abril
Um dos discos mais esperados de 2009 para o Bloody Pop, “C_MPL_TE” do Móveis Coloniais de Acaju foi adiado em um mês devido a um bem vindo preciosismo na mixagem. Fica então para o começo de abril, quando ele deve aparecer no Álbum Virtual da Trama. Amanhã, dia 04 de março, a banda estréia do hotsite do disco, processo que eles discutem no vídeo abaixo.

– Falando em discos brasileiros de 2009…
…o La Cumbuca dá o link para outros quatro não-incluídos naquele especial. São eles: o segundo do Luísa Mandou Um Beijo (que pelo show que vi no Humaitá Pra Peixe 2009, deve estar bem bom), o novo do Paralamas “Brasil Afora” (pouco inspirado, infelizmente), um EP do Siba e o “No Chão Sem O Chão” do Romulo Fróes, que tem essa música aqui, e que está de chorar de tão bonito. Já sabe: tudo isso lá no La Cumbuca.

– Outros discos:
“Quicken The Heart” do Maxïmo Park
“Preliminaires”, disco de jazz sobre literatura francesa (!!!) do Iggy Pop
“Fork In The Road” do Neil Young
“Art Brut vs. Satan” do Art Brut, produzido pelo Frank Black. “Alcoholics Unanimous” é o primeiro single.
“Journal For Plague Lovers”, novo do Manic Street Preachers, que tem letras do desaparecido Richey Edwards.
“Man Of Aran”, trilha que o British Sea Power fez para o filme de 1934 de mesmo nome.
“Tadlock’s Glasses”, o disco bizarro dos Beastie Boys
“Bitte Orca”, o novo do Dirty Projectors

– Fechando com Big Pink
Primeira amostra do disco que a dupla inglesa The Big Pink (mais naquele especial) está gravando com o produtor Alan Moulder, soa como um meio-termo entre My Bloody Valetine, Echo & The Bunnymen (de “Heaven Up Here”) e Stone Roses. Shoegaze para as massas, e dos bons!

http://video.pitchfork.tv/mediaplayer.swf

Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Randomizando #05: voltando da ressaca

  1. Pingback: Feist no novo disco do Wilco

  2. Pingback: Novo do Dinosaur Jr. em junho

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s