Super Furry Animals e Gogol Bordello @ Via Funchal, 10/11/09

SFA baixa

Gruff Rhys durante apresentação do Super Furry Animals em São Paulo

Os paulistanos tiveram apenas três dias para descansar do fim de semana que abrigou dois festivais ao mesmo tempo (Planeta Terra – veja nossa cobertura aqui – e Maquinária) e já tiveram mais um para conferir. Ou melhor, parte dele, porque o Festival Indie Rock completo acontece nesta sexta-feira (13), no Rio de Janeiro, com Gogol Bordello, Super Furry Animals, El Mato a um Policia Motorizado e Holger. São Paulo assistiu nesta terça-feira (10) aos dois headliners, Super Furry Animals e Gogol Bordello, nesta ordem.

Os galeses do SFA, pela segunda vez no país (estiveram no finado Tim Festival de 2003) subiram ao palco do Via Funchal às 22h04. Não mais do que 800 pessoas se espalhavam pela casa (segundo o “DataSeguranças”) – cuja capacidade é de 6 mil lugares – e alguns assistiram sentados ao primeiro show. Compreensível, já que o Super Furry fez uma apresentação um tanto quanto morna. Se a lotação do espaço não ajudava, o sistema de som muito menos e, já na terceira música, “Golden Retriever”, apresentou uma alta microfonia. Logo na sequência, lutando contra tudo isso, os Furries mandaram aquele que talvez seja seu maior hit, “Hello Sunshine”. As próximas, “Juxtaposed” e “Mountain”, ressaltaram o clima calminho da apresentação. “Zoom” volta com as guitarras e mais um pouquinho de microfonia.

Com um baixo (Guto Pryce) e duas guitarras (Huw Bunford e Gruff Rhys, também no vocal), além de bateria e teclado (Cian Ciaran, também nos sintetizadores e programação), o SFA toca com classe e elegância. Em “The Very Best of Neil Diamond”, Gruff Rhys faz uso de um alaúde. Mais uma vez a indesejada e insistente microfonia dá as caras. No final do show a banda apresentou duas canções mais pesadas (“CNG” e “The Man Don’t Give a Fuck”) que levantaram o público. Com as guitarras distorcidas e a bateria sendo surrada, Rhys levanta uma placa em que se lê “whoa”, uma expressão para ser gritada e que se encaixava bem no momento do show. Pena que logo depois, com pouco mais de uma hora de apresentação, levantou a placa onde estava escrito fim.

Gogol Bordello

Eugene Hütz comanda a festa punk cigana do Gogol Bordello
Eugene Hütz comanda a festa punk cigana do Gogol Bordello

Amontoadas na parte central, o público, já um pouco maior, parecia que tinha ido especialmente para ver o Gogol Bordello. A banda, com seus integrantes de diversas nacionalidades, atendeu às expectativas e logo na abertura mandaram um som de batida quase punk, “Ultimate”. Mais do que um show, o que o Gogol Bordello realizou foi uma grande festa cigana, só que com a adição de guitarras. A mistura, que pode parecer estranha, dá certo e o público dança e pula descontroladamente o tempo inteiro. Duas dançarias entram para aumentar o clima festivo e “Wonderlust King” é entoada ainda no começo. Ao final da música o vocalista Eugene Hütz diz “muito obrigado”, assim mesmo, em português (Eugene mora há dois anos no Rio de Janeiro).

A música seguinte (“Tribal Connection”) é sobre comunidade, avisa o vocalista, que tira a camisa e bebe vinho, causando certa vibração. Mais para o final a banda, formada por violino (Sergey Ryabtsev), violão (o próprio Eugene), bateria (Oliver Charles), percussão (Pedro Erazo, que também faz as vezes de vocalista e MC), guitarra (Oren Kaplan), baixo (Thomas Gobena), acordeão (Yury Lemeshev) e violino (Sergey Ryabtsev), ganha a companhia de duas percursionistas que tocam instrumentos de bateria de escola de samba. Eugene entra no samba e toca um tamborim. Ao final Pedro Erazo fica de cara com a platéia e a rege com um apito.

A banda sai do palco às 01h. Não fico para o bis. Lá fora, um blecaute toma conta de metade do país. Os geradores do Via Funchal salvaram a noite de quem estava lá dentro.

Veja mais fotos no flickr do Bloody Pop.

Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Super Furry Animals e Gogol Bordello @ Via Funchal, 10/11/09

  1. luiz paulo disse:

    acho que “MIDIA ALTERNATIVA” tem a valorizar até demais esse GOGO BORDELLO eles não lá essa coisa toda não é ?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s