Festival Universitário MTV @ Marina da Glória (RJ), 19 e 21/11/09

Com alguns dias de atraso, finalmente o relato rápido do primeiro e do último dia do Festival Universitário MTV que levou The Walkmen, Móveis e diversas bandas cariocas à Marina da Glória na semana passada.

À medida em que o táxi se embrenhava pela já-difícil-de-chegar Marina da Glória infinitamente mais escura que nas saudosas noites de Tim Festival, eu ficava a me perguntar “conseguiram fazer esse lugar mais inacessível?”. Sim, com a entrada principal da Marina não sendo utilizada, era tarefa ingrata chegar aos portões que davam acesso ao espaço em que se realizava o Festival Universitário MTV, escondido quase perto do mar.

Para quem não é carioca ou não é familiarizado com a região, vale a explicação que a Marina da Glória é basicamente só acessível com segurança de carro (que ainda tem que dar uma rodada pelo aterro até conseguir pegar a saída, na última pista da via), já que a única e mal iluminada passarela de acesso fica num lugar com quase nenhuma movimentação de pedestres, no Bairro da Glória. Ou seja, ou você vai de táxi ou arrisca “perder” alguma coisa para noite do Rio.

Dito isto, dá até para culpar o esvaziamento dos três dias de festival pela localização (eram esperadas 3 mil pessoas/dia, mas o saldo deve ter ficado 3 mil por todo evento), mas o fato não dá cabo da questão. Fora a divulgação feita às pressas, o festival acabou pecando por escolher o modelo “concurso de bandas”, apostando suas fichas na falsa promessa de que existe uma boa nova geração de artistas no Rio (não existe, infelizmente), o que comprometeu seriamente o palco principal do evento.

No outro palco, o Boteco Universitário, apresentavam-se bandas que, supostamente, já tinham mais estrada, o que acabou dando na mesma. O que se viu ali foi uma seleção de artistas de qualidade duvidosa surgidos na leva pré-pós Hermanos (Eletro, Columbia, Cabaret) ou nomes mais recentes e de qualidade mais duvidosa ainda, como R Sigma (emos cariocas off-Praia da Barra), Ganeshas (tradicional rock genérico carioca, sem a noção de refrão do Frejat e do Leoni) e 7 Por Meia Dúzia (que acham que misturar sambinha da Lapa, rock e aquele brasileirismo classe-média é, assim, revolucionário). Fora isso, sobram poucos segredos bem guardados na Guanabara como Filhos da Judith, que mereciam mais destaque depois da turnê com Erasmo Carlos, e The Feitos, que toca bem melhor e é bem mais divertida do que o resto das bandas “bem humoradas” do resto do Brasil (ALOU Faichecleres e Rock Rocket).

Se o Boteco Universitário já era assim, dá para imaginar o desespero que deu ao assistir o show que abriam a noite no palco principal. Do que consegui ver, teve metal melódico (Majestike), emo (Love Movie, um Cine sem o auto-tune) e rock genérico sem muito tino para composição (a até passável Os Azuis e Os Imperfeitos). A única que me chamou um pouco a atenção foi a primeira, Heliodorus, que tocou rock psicodélico com um leve ar de Secos e Molhados.

Das duas bandas que foram à final, Tereza (que ganhou) e Los Bife, pode-se dizer que a primeira tem uma boa performance de palco, mas sem muita substância no repertório (é pop rock genérico, enfim) e que a segunda é tão detestável (“Lésbica” é a coisa mais hedionda que a música carioca produziu desde o Jorge Vercillo) que até o vocalista arregou (na verdade, tinha viagem internacional marcada e não foi tocar na final).

Daí que o festival, para quem não tinha ido assistir o amigo/irmão/filho/neto/namorado, acabou virando um evento em você tinha que ficar enrolando de um palco a outro enquanto não chegava a vez dos shows principais, que foram bem bons.

No primeiro dia, o Móveis fez aquilo que eles fazem sempre (e que sempre diverte, diz aí) para o maior público do festival. Além do repertório do “C_MPL_TE”, tocaram mais coisas do “Idem” do que têm feito ultimamente e “Mergulha e Voa”, faixa lançada no final de semana anterior em parceria com o Projeto Tamar.

Já no último dia, Moptop fez o show competente de sempre, que foi feliz em me trazer algumas lembranças boas da banda que tinha sido arruinadas depois do lançamento do segundo disco. Aliás, as faixas do “Como Se Compotar” soam bem melhores ao vivo, mesmo que as letras do álbum ainda acabem por falar mais da situação da banda do que de qualquer outra coisa.

The Walkmen, a grande atração do festival, tocou quase para ninguém num daqueles apagões de público que volta e meia acontecem no Rio. 500 pessoas que caberiam confortavelmente no Circo ou apertados numa noite história no Teatro Odisséia. Porque, sim, era um show que merecia ser visto por mais gente. Impecável, a banda soltou “In The New Year” e “The Rat” logo no início e mesmo assim não desaceleraram um minuto, com a predominância das faixas do “You & Me”, duas novas canções (vídeos abaixo by Felipe Passareli, que gravou todo o show) e um final com a bonita “Lousianna” do injustiçado “A Hundred Miles Off”.

Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Festival Universitário MTV @ Marina da Glória (RJ), 19 e 21/11/09

  1. Saudações imperfeitas!
    Fica o convite para você conhecer um pouco mais sobre a banda (e Os Azuis também), ouvir os sons, saber sobre o que já produzimos, o que estamos produzindo e tal. Estendemos o convite para os próximos shows que faremos: pocket-show/semi-acústico (nos moldes do que fizemos no show de lançamento do nosso CD, na Saraiva do Rio Sul), dia 10 de dezembro, no evento Clube do Vinil (no sebo Baratos da Ribeiro). A partir das 20 hr. DE GRAÇA! E dia 13/12, no CineLapa, junto com Doidivinas, provavelmente Filhos da Judith e Fuzzcas, num evento em prol das crianças do INCA. Nesse último, nossa formação será totalmente elétrica.
    De repente, pode vir a melhorar seu know-how sobre as bandas aqui do RJ e o que elas agitam – para além do que “divulgam” marcas como a MTV.
    Abraço,
    Os Imperfeitos.
    http://www.myspace.com/osimperfeitos
    http://www.youtube.com/OsImperfeitos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s