Randomizando #09: todo o céu e essas pequenas coisas

Dirty Projectors no Odisséia. Foto do URBe.

Dirty Projectors no Odisséia. Foto do URBe.

Vale pedir desculpas por estarmos ausentes nessa semana INTENSA? Valendo ou não, já adianto que os motivos não são menos do que sensacionais. Estamos preparando uma programação mais do que especial para o final de dezembro e começo de janeiro. Só coisa incrível: nossos melhores de 2009, o incrível BR00 (retrospectiva completíssima da música brasileira nos anos 2000 desenvolvida em parceira com o Move That Jukebox e a Revista O Grito!), uma retrospectiva pessoal da década por cada um dos nossos escribas (canções que embalaram nossa década, textos emos, lágrimas furtivas…melhor que novela!), os nomes quentes para 2010 e a já tradicional (?) lista dos discos brasileiros mais esperados do ano, incluindo Cérebro Eletrônico, Holger, Nevilton, Violins e muuuito mais.

O futuro vai ser legal, acredite.

Enquanto isso, repassamos esses três dias atribulados com muitos links, vídeos e comentários espertos. Só primeiro time: Hot Chip, Spoon, Dirty Projectors, Pavement, Arcade Fire etc.

Dirty Projectors @ Teatro Odisséia, 30/11/2009

Que banda incrível. Sério.

A noite não estava fácil: o Teatro Odisséia pagou o mico de deixar algumas dezenas de pessoas e Marisa Monte esperando na chuva por mais de uma hora, nos obrigou a assistir ao Glass N Glue, provavelmente a coisa mais deprimente produzida em terras cariocas em muito tempo (eles fazem cover de She Wants Revenge, só para dar uma dimensão de ruindade) e ainda por cima cagou no som dos vocais, marca registrada da Dirty Projectors e desligou duas vezes o amplificado do Dave Longstreth.

Sobre todas as adversidades, o Dirty Projectors triunfou, mesmo iniciando seu show já na madrugada de segunda-feira. Ao vivo tudo é incrivelmente mais pesado, cheio de jams, sem nunca perder a sutileza e a singularidade das canções. Lembrou-me ora o Battles, ora Caetano (presente, junto à Marisa e ao Arto Lindsay), mas na maioria das vezes é algo completamente novo. Vibrante.

A banda só me impressiona desde 2007, quando o “Rise Above” entrou furtivamente na minha listas de melhores, para depois me conquistar de vez 2008 a fora. O “Bitte Orca” não me pegou tão desprevinido, mas me chocou da mesma maneira. Era realmente aquilo? A banda mais esquisita da Terra tinha feito um pop single (“Stillness Is The Move”), uma canção de ninar “(Two Doves”), dois hinos de estádio indie (“Cannibal Resource” e “Temecula Sunrise”)? Sim, e ainda deixou de presente uma faixa que o David Byrne esqueceu de compor (“Remade Horizon”) e a indefinível “Useful Chamber”, toda torta, mas com refrão que é quase tão pegajoso quando uma música do Kings Of Leon.

A execução da banda é de deixa boquiaberto. A maneira como eles se olham, se entendem e se emocionam mesmo naquele que devia ser um dos últimos shows de uma turnê de quase um ano. É como se estivessem tocando tudo pela primeira vez, livres, desafiadores e sorridentes com o próprio êxito. Gênios.

Nova do Hot Chip – “One Life Stand”

Aos poucos esse novo do Hot Chip vai dando pistas que pode ser um dos grandes discos do ano que vem. Se “Alley Cats” e “Take It In” já viraram favoritas, o que dizer de “One Life Stand”, single que carrega o nome do álbum? Guitarrinha funkeada, sintetizadores inspirados e dinâmica que vai mostrando a faixa pouco a pouco, para no fim, quase acapella, deixa claro que é uma balada romântica. Prevejo páginas e páginas na HypeMachine de remixes incríveis.

[Streaming] Hot Chip – One Life Stand

SPOON_VINYL_MECHS_Nov3_neon.indd

Nova do Spoon – “Written In Reverse”

E o Spoon, que nunca erra? Eu já tinha caído de amores por “The Mystery Zone”, mas o primeiro single de “Transference”, a velha conhecida “Written In Reverse”, é ainda melhor. Groove pesado, guitarras rugindo, piano martelado e Brett Daniels causando algazarra num bar às 3 da manhã. Spoon clássico, mas sem nunca cair no auto-plágio. A capa do álbum está acima, mas a do single é essa aqui.

[Streaming] Spoon – Written In Reverse

Arcade Fire: em maio

Banda-evento que é, o Arcade Fire está soltando a conta-gotas as informações do novo, para deixar todo mundo louco durante alguns meses e depois correr para o abraço nas listas de melhores do final do ano. Espertinhos.

O rumor que saiu essa semana vem de fontes da Billboard e diz que o álbum está previsto para maio e que a banda e o produtor Markus Dravs (engenheiro de som do “Neon Bible” e co-produtor do “Viva La Vida” do Coldplay) já estão há 6 meses dentro do estúdio.

Mais histeria e outras não-notícias logo logo.

Ainda em 2010…

Shout Out Louds volta com álbum orgânico em 2010
O arquipélago dourado do Shearwater
Goldfrapp de volta à pista
Coldplay + A-ha + Mew = Apparatijik
Ted Leo achando sua casa na Matador
Novo do Final Fantasy já tem primeira música liberada
“Beat The Devil’s Tatoo”, o novo do Black Rebel Motorcycle Club
Summer ataca novamente: She & Him “Volume 2” sai no meio do ano
Nada de álbum do Blur, mas vai rolar Gorillaz 3.0

Radiohead no Grammy: finalmente lançado

Ou melhor, quase. A gravação da incrível performance do Radiohead ao lado da USC Trojan Marching Band fazendo “15 Steps” no Grammy desse ano não vai sair, mas os ensaios sim. A música será incluída no CD que a banda americana vai lançar com diversas versões de músicas pop. Que tiver dinheiros sobrando, já dá para comprar no site.

Não vazou ainda, mas fiquem de olho. Enquanto isso, o vídeo:

Parece caô, mas…

Novo álbum do Pavement será “inevitável”
Beyoncé quer gravar com Of Montreal

Vídeos

The Twilight Sad – “Seven Years Of Letters”

The Dodos – “Long Form”
http://assets.delvenetworks.com/player/loader.swf

Nova do Serena-Maneesh – “Reprobate”
http://c.brightcove.com/services/viewer/federated_f9/1909243188?isVid=1&publisherID=376816878

WHY? – “These Hands”/”January Twenty Something”

Florence & The Machine e Jarvis Cocker – “Girl With One Eye”

Trailer de “No Distance Left To Run”, filme sobre o Blur e sua volta

De chorar, né?

The Killers – “Happy Birthday Guadalupe”

Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s