Os Discos Brasileiros Mais Esperados Em 2010: Cérebro Eletrônico

Quem: Cérebro Eletrônico
Disco: “Deus e o Diabo no Liquidificador”
Previsão de lançamento: junho
Sai por onde: Phonobase
O que esperar: psicodelia, carnaval e baladas de quebrar corações
O que já dá para ouvir: “Desquite”, lançada como single em 2010, e “Cama” e “Chapeleiro Louco” ao vivo

“A vibe é boa!” diz Tatá Aeroplano sobre o sucessor do elogiado “Pareço Moderno”, disco que colocou de vez o Cérebro Eletrônico entre os grupos mais interessantes do Brasil. “Deus e o Diabo no Liquidificador” já vem sendo pensado desde 2008, mas só agora nesse fim de janeiro/começo de fevereiro que será gravado, mais uma vez com produção de Alfredo Bello.

O lançamento, previsto para o meio do ano, será mais uma vez pela Phonobase, empresa que ao poucos apostando em novos caminhos para se distribuir música no Brasil. Juliano Polimeno, “o homem Phonobase”, diz que “o lançamento” começa já em fevereiro, com a publicação de materiais que documentam o processo de criação e gravação do disco. Além disso, o projeto do álbum foi aprovado pela Lei Rouanet e deve agora passar pelo árduo processo de captação recursos. Mesmo que esse dinheiro não entre, Juliano garante:

O disco sai mesmo se não rolar essa verba incentivada, pois o projeto também inclui uma outra estratégia de levantamento de grana via pré-venda, patrocínios diretos tanto de pessoas juridicas quanto fisicas, algo nos moldes do Sellaband, ArtistShare, etc.

A sonoridade “Deus e o Diabo no Liquidificador” não deve diferir muito da psicodelia pós-tropicalista do “Pareço Moderno”, mas também não será exatamente igual, explica Tatá:

“Deus e o Diabo no Liquidificador” está cheio de canções que nos levaram pruma outra dimensão, mas a direção ainda é a mesma. Eu só acho válido lançar um disco quando ele tem canções significativas, as músicas têm que soar bem, e acho que nesse sentido as canções amadureceram em relação as do “Pareço Moderno”.

Alguma dessas canções já vem sendo tocadas nos shows da banda e uma delas, “Desquite” foi lançada como single em 2009. O álbum deve ter 11 ou 12 músicas, com vibes bastante distintas:

O disco vai ter de tudo: “Desquite”; uma nova música de estrutura carnavalesca chamada “Desestabelecerei” que termina em breakbeat, músicas que bebem no psicodelismo como “Chapeleiro Louco”, “Realejo em Dó e Os Dados Estão Lançados”, baladas como “Cama”, e também tem músicas mais dançantes como “220w”, que é a única composição do disco que não é nossa, do nosso querido amigo e genial compositor Peri Pane.

De todas essas, vale destacar a balada “Cama”, desde já uma das canções de 2010.

Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Os Discos Brasileiros Mais Esperados Em 2010: Cérebro Eletrônico

  1. Pingback: Cerebro Eletronico » TATÁ FALA SOBRE O NOVO DISCO

  2. Pingback: Rock 'n' Beats » Cérebro Eletrônico em estúdio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s