Os Discos Brasileiros Mais Esperados Em 2010: stella-viva


Quem: stella-viva
Disco: “Deus Não Tem Aviões”
Previsão de lançamento: primeiro semestre
Sai por onde: independente
O que esperar: psicodelia brasileira setentista via psicodelia americana doismilanista
O que já dá para ouvir: por enquanto, nada =/

Depois de entrarem na nossa lista de Nomes Para Ficar Ligado Em 2009, os curitibanos do stella-viva passaram o ano estranhamente quietos. Mas antes de questionar a validade da nossa “aposta”, digo que todo esse silêncio deve ser quebrado nos próximos meses. Gravado ao longo do ano passado, “Deus Não Tem Aviões” ainda passa pelos últimos ajustes do produtor Igor Medeiros (que trabalhou com Mombojó no já clássico “Nadadenovo”), mas deve chegar ao mundo ainda no primeiro semestre:

Pensamos que seria um disco super bem planejado, com várias demos, mas foi o contrário, foi um desafio. Com as músicas do EP fora do disco, tivemos que bolar alguns arranjos logo antes de entrar em estúdio, entre março e abril de 2009, que foi quando gravamos 90% do material. E algumas coisas só se resolveram musicalmente ao longo do ano. Isso aliado à questão de ser um disco feito do próprio bolso – só gravávamos quando pintava de novo algum dinheiro, e ao fato do nosso produtor ser de Recife – a 3000 km de Curitiba, fez com que o processo fosse mais lento.

O álbum não deve se distanciar da sonoridade apresentada no EP “4 Canções” (Clube da Esquina + bandas pós-Elefant 6 + Sonic Youth), mas, como garantem os integrantes da banda, vai apresentar arranjos mais elaborados:

A gente explorou mais recursos timbrísticos. Tem teclado, sopros, percussão. Todo mundo tocou o que conseguia tocar e tivemos participações especiais de amigos. O EP tem muita guitarra, era o que a gente tocava nos shows. Agora arranjamos e gravamos de uma forma mais imaginativa, o que força a gente a mudar também a sonoridade ao vivo. Ficamos surpresos com as coisas que foram arranjadas especificamente para o disco. Sob a pressão de definir um repertório em pouco tempo, o resultado foi surpreendente.

Fora algumas mais circunstanciais – “o show do Radiohead e Kraftwerk foi no fim de semana antes da gente entrar no estúdio, deu uma boa instigada” – as referências do álbum cruzam décadas. De Bibio a tropicálica, de Animal Collective a Beatles, passando por Sonic Youth, Flaming Lips e, especialmente, Milton Nascimento & Clube da Esquina, sonoridade essa que vem a cabeça imediatamente ao se ouvir a banda:

A gente nunca citou Milton nas nossas entrevistas, essa nossa apreciação pelo Clube da Esquina nunca saiu das nossas conversas e todo mundo sacou. Muito louco isso. Sim, de fato o Clube da Esquina nos influenciou diretamente. Nem tanto pelo resultado final, mas pelos processos de pensar a música.

Eu não preciso esconder minha admiração pelo trabalho do Milton e do Lô – viajei para Recife ano passado só para assisti-los ao vivo – e, se “Deus Não Tem Aviões” tem pelo menos um pouquinho da mágica do Clube da Esquina, color me curious, pois taí um disco que eu espero ansioso.

Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Os Discos Brasileiros Mais Esperados Em 2010: stella-viva

  1. Gabriel Guerra disse:

    eu aposto meus tendões nesses caras!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s