Nova do Dorgas – "Loxhanxha"

Quando falamos do grupo carioca Dorgas ano passado, o guitarrista e vocalista Gabriel Guerra mencionou que a banda voltaria a entrar em estúdio em 2010 para gravar uma nova música chamada “Loxhanxha”. O single da tal faixa foi lançado hoje no bandcamp da banda, acompanhado do b-side “Dito Antes”.

http://bandcamp.com/EmbeddedPlayer/album=2424400731/size=venti/bgcol=FFFFFF/linkcol=bb4250//

Se você acompanhou nossas listas de fim de ano, sabe que a banda fez duas das 50 melhores músicas brasileiras do ano passado, o que provavelmente quer dizer alguma coisa, considerando que naquela época eles só tinham 3 músicas (agora são 5). A boa notícia é que tanto “Loxhanxha” quanto “Dito Antes” não se parecem muito com as faixas do EP, sem necessariamente soar muito distantes dele.

“Loxhanxa” é conduzida por um groove minimalista, feito por guitarra, baixo e gemidos, que no meio da música vai dar em solo meio jazz. Há muito mais espaço “vazio” na produção de Pedro Garcia, novamente atrás da mesa de som. Já “Dito Antes” traz um vocal “dramático” (de uma maneira bizarra que me lembrou os recifences dos Ex-Exus, por exemplo), mas o que grita mesmo são as guitarras e a dinâmica de parte da música lembrando os ingleses do Wild Beasts, banda da qual os Dorgas são declaradamente fãs.

2 novas músicas como essa são provavelmente 2 novos bons motivos para você, caso seja carioca, assistir ao quarto show da banda no próximo dia 12, sábado da semana que vem.

Dorgas & Ecos Falsos @ Espaço Multifoco (RJ)

Onde: Espaço Multifoco – Av. Mem de Sá, 126 – Lapa
Quando: 12/02 (Sábado), a partir das 20h
Preço: R$15 na lista amiga, R$18 sem lista

Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Nova do Dorgas – "Loxhanxha"

  1. Pingback: Tweets that mention Nova do Dorgas – “Loxhanxha” | Bloody Pop -- Topsy.com

  2. Rafael Abreu disse:

    CHOREM com a letra:

    “Não me pare nessas quintas sem-fim
    Estes dias de homem-estopim.
    Tiritante, desfilo teta e canino?
    Para o Leblon, para o anti-vitiligo

    E quantas vezes gastará os toucados brancos a ver?
    E quantas vezes a cizânia francesa vai trair você?
    E quantas vezes a tarde vem em farda e ganho você?
    E quantas vezes as citações que eu te conto vão a te ver?

    Loxhanxa

    Deveste rir
    como Medusa
    Como Godiva,
    Brecht, não nos acusa
    Zoio, comboio o feixe cheio de usas
    nós, seram eles, cascateando em rugas

    E quantas vezes gastará os toucados brancos a ver?
    E quantas vezes a cizânia francesa vai trair você?
    E quantas vezes a tarde vem em farda e ganho você?
    E quantas vezes as citações que eu necessito vão a te ver?

    Loxhanxa”
    entendi porra nenhuma, mas tá valendo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s